Mox Rox

Introdução

Este artigo tem por finalidade apresentar e analisar o computador portátil importado pela Mox Electronics, conhecido como Mox Pad 738. Este aparelho foi comprado para estudo e lazer em Outubro de 2012 e desde então tem sido utilizado extensiva e intensivamente, realizando as mais variadas tarefas a que se pretende um pequeno computador realizar.
O Mox Pad é um aparelho classificado como MID Tablet, que pode ser traduzido livremente como Dispositivo de Internet Móvel em formato de bloco. Os tablets tornaram-se uma febre nos últimos três anos, sendo vendido em quantidades impressionantes e atingindo mercados em todo o mundo. Junto com os tablets, seguem os netbooks híbridos, que são basicamente tablets com teclado incorporado em formato dobrável, como os netbooks ou laptops.

Os MIDs guardam certa semelhança com os UMPCs educacionais – aparelhos que surgiram com a proposta de trazer a tecnologia e a internet à sala de aula mas que não decolaram no Brasil – e com os pioneiros ASUS EEEPCs. Observadas as características peculiares do aparelho, que serão apresentadas a seguir, o aparelho pode ser muito aplicável em muitas atividades, e representar uma nova possibilidade de desenvolvimento de soluções simples e baratas em tecnologia.

image

Configuração – conforme o fabricante
A configuração apresentada pelo fabricante é essa:
Tela 7” Polegadas Resistive Single TouchScreen (gira 270º)
Widescreen (16:9) – 800×480 Pixels
CPU: VIA 8650 800MHz / Ram: 256MB DDR3
Armazenamento: 4GB flash NAND interna
Sistema Operacional: Android 2.2
Navegador Google, Google Maps, Hotmail, Gmail, Skype, MSN etc
Adobe Flash 10.1
Vídeo: 3GP, MPEG1/2/4, FLV, MJPG, H263, H264, 720P, AVI
Áudio: MP2, MP3, WMA, WAV, OGG, AAC, M4A, MA4, FLAC, APE
Imagem: JPG, BMP, PNG, GIF
E-Book: TXT, CHM, UMD, PDB, PDF
Suporta cartão de memória SD/MMC até 32GB
2 Conexões USB – Cabo USB incluso
Conexão Wi-Fi: IEEE 802.11 b/g
Conexão Internet ADSL (Ethernet)
Acompanha Teclado
Alto-falantes, microfone e fone de ouvido (3.5mm)
3G (dongle USB) compatível
Bateria polímero de lítio de 1800mAh e carregador
Alimentação DC: 9V/1.5A adaptador de energia, (100 ~ 240V)
Suporta multi linguagens

Mas seria mais honesta dessa forma:
Tela 7” Polegadas Resistive Single TouchScreen (gira 270º)

image

Widescreen (16:9) – 800×480 Pixels
CPU: VIA 8650 800MHz / Ram: 256MB DDR3
Armazenamento: 4GB flash NAND interna
Sistema Operacional: Android 2.2
Suporta cartão de memória SD até 2GB
2 Conexões USB 2.0
Conexão Wi-Fi: IEEE 802.11 b/g
Conexão Ethernet
Alto-falantes, microfone e fone de ouvido (3.5mm)
Bateria polímero de lítio de 1800mAh
Alimentação adaptador de energia, (100 ~ 240V), 9V/1.5A

Bateria
Duração de 2 horas (WIFI ligado, brilho da tela em 50% e sons habilitados);
Duração de 2,5 horas (ETHERNET habilitada, WIFI desligado, brilho da tela em 25% e sons desabilitados);
Duração MÁXIMA de 3 horas (OFFLINE, brilho da tela em 15,5% – ajuste mínimo – e sons desabilitados).
Controlador da bateria não possui sensores de temperatura nem intensidade da bateria (provavelmente possui bateria de 7,4 V – o adaptador possui saída de 9 V e 1,5 A).
Comentários:
A carga completa demora 4 horas com o aparelho desligado. É possível utiliza-lo enquanto carrega a bateria, mas dessa forma o processo de carga é mais lento e há aqueimento excessivo. Não houve, por parte do fabricante, preocupação com a qualidade do subsistema de energia do portátil. Informações sobre a saúde da bateria são importantes neste tipo de aparelho e foram negligenciadas pelo fabricante.
Gerenciamento de energia
O aparelho não possui BIOS. Tal característica inviabiliza controles do tipo ACPI;
Modo de hibernação não garante autonomia (o aparelho pode hibernar por 12 horas; depois de reativado, não terá as 2 / 3 horas de autonomia quando carregado);
O aparelho pode ser usado enquanto recarrega a bateria, porém ocorre aquecimento excessivo, situação perigosa quando ocorre com baterias Li-ION;
O adaptador causa centelha quando conectado à tomada. Muitas vezes as centelhas são fortes e podem causar acidentes.
Comentários:
Mais uma vez, a questão da qualidade foi relegada a um segundo plano. Produção de fagulhas, faíscas ou centelhas em um adaptador de energia são indícios graves de falhas de projeto e baixa qualidade dos componentes. Além disso, há o risco de acidentes sérios, como incêndios e eletrocuções.

Teclado
Necessita driver para layout Português-BR (ABNT2);
Caracteres colados às teclas;
Extremamente frágil;
Tecla “ZZZ” utilizada pelo sistema para opções de desligamento;
Teclas de função programáveis (F1 – F10; F11 acessada por Fn+F1 e F12 acessada por Fn+F2);
CTRL + ALT + DEL reinicia o aparelho.
Comentários:
O teclado não possui suporte nativo para o idioma português. Além disso, o teclado virtual vem ativado por padrão, o que dificulta a operação do aparelho. Recomenda-se a desativação do teclado virtual e  instalação do aplicativo External Keyboard Helper. Existem muitos atalhos e teclado para comandos e funções do Android. Veja a lista aqui.

Conectividade
Wi-fi:
USB DONGLE adaptado para ser usado dentro do gabinete;
Recepção oscilante, com quedas de conexão (provavelmente o driver não está perfeitamente ajustado ao HARDWARE);
Aumenta consideravelmente o consumo de eletricidade.
Ethernet:
Trabalha corretamente em 10 e 100 megabits;
Extremamente estável;
Aumento discreto de consumo de eletricidade.
Comentários:
A conectividade do Mox Pad 738 é boa, com software e hardware funcionando a contento, apesar da fragilidade da conexão WIFI, que em algumas situações inviabiliza o uso prolongado. A conexão ETHERNET é excelente: estável, rápida e econômica.

Armazenamento
Memória interna (LocalDisk)
Partição de 2 gigabytes para armazenamento de arquivos de qualquer formato;
Partição de 2 gigabytes para armazenamento da imagem do sistema;
Sem possibilidade de upgrade;
Sem possibilidade de redimensionamento;
UDISK:
Monta apenas uma unidade de cada vez
Montagem e desmontagem automática
Desmonta quando aparelho entra em hibernação
Aceita FLASH DRIVES de todas as capacidade
SDCARD:
100% compatível com SD (até 2 gigabytes)
Problemas com SDHC (principalmente > 8 gigabytes)
Muitos aplicativos utilizam o SDCARD para gravar arquivos temporários ou bibliotecas
Comentários:
As maiores deficiências do netbook Mox Pad 738 estão concentradas no armazenamento. As fraquezas são, em gande parte no software. Por conta da arquitetura interna dos aplicativos e pelas restrições do Android, é impossível alterar o local padrão para gravação de arquivos temporários e bibliotecas e torna-se indispensável o uso de um SDCARD: por uma falha de causa controversa, os SDCARDS que podem ser usados sem falhas ficam restritos aos do padrão SD com capacidade de até 4 gigabytes. Isso significa criar uma estratégia de armazenamento que restrinja o uso do SDCARD e concentre a manutenção de arquivos em UDISKS ou na memória interna.

Construção
Tela gira 270° e se rebate sobre o teclado, formando uma prancheta ou TABLET (o software muda a orientação da tela mediante comando de toque);
A placa da CPU é montada atrás da tela;
TOUCHPAD de tamanho coerente com as dimensões do aparelho;
Gabinete confeccionado em plástico preto, sem pintura;
Logotipo pintado através de serigrafia na tampa do aparelho;
Duas tomadas USB do lado direito do gabinete, uma tomada de fone de ouvido e uma tomada de microfone;
Tomada ETHERNET e tomada do adaptador na traseira do gabinete;
Janela de ventilação na parte inferior do aparelho (a área para ventilação é pequena em comparação às dimensões do aparelho e sua produção de calor).

Comentários:
A ideia do desenho do Mox é boa: busca reunir a praticidade do tablet com a produtividade oferecida pro um netbook. A tela gira cerca de 270 graus, ficando rebatida sobre o teclado. O teclado é bem alinhado e náo se verificam folgas na montagem. A montagem é relativamente bem feita, embora a dureza e a resistência do plástico utilizado sejam ruins.

Firmware
Sistema Operacional
ANDROID 2.2 “FROYO”;
Personalização mínima;
Sem possibilidade de UPGRADE;
Não possui superusuário pré-configurado;
Possui ANDROID MARKET e um aplicativo APP MARKET (chinês, com poucos aplicativos disponíveis);
Configurado para Português-BR.
Aplicativos
Possibilidade de instalar aplicativos no SDCARD
Comentários:

O Android Froyo (v. 2.2) é implementado neste aparelho sem personalizações relevantes. Tal decisão prejudica a apresentação do produto, e é agravada pela decisão de não fornecer perfil de superusuário: não há formas de se realizar modificações e configurações mais avançadas. O conjunto de aplicativos do firmware é abrangente e atende às necessidades de quem usa esse tipo de aparelho.

Apresentação

Produto bem identificado
Etiqueta na parte inferior com modelo, corrente e tensão do adaptador;
Etiqueta na lateral da tela com informações sobre a configuração;
Caixa construída em forma de maleta, com fotos e informações sobre o fornecedor e a configuração;
Pequeno manual de operações em português.

Conclusão

O Mox Pad 738 é representante de uma classe de produtos de TI voltada para o consumo de mídia e internet. À primeira vista lembra o antigo HPC, com seu formato clamshell e seu teclado reduzido. Mas as semelhanças acabam por aí. A filosofia do software, a ergonomia e o desempenho afastam qualquer proximidade entre as famílias de aparelhos, segregando bem as duas tecnologias: enquanto a primeira se aproxima do mundo corporativo, com excelentes PIMs e mecanismos de sincronização com os desktops, os últimos voltam-se ao lazer, funcionando de forma independente dos desktops, podendo inclusive substitui-los em algumas aplicações.

O aparelho analisado cumpre bem sua missão de popularizar a tecnologia Android. É um aparelho seguro e razoavelmente robusto, em comparação com outras marcas e modelos. O Android é um bom sistema operacional, mas ainda carece de refinamentos e padronizações; faltam ferramentas básicas como bons gerenciadores de arquivos e manipuladores de backup; o software PIM é virtualmente inútil, visto que é necessário conectar-se à internet para usar os recursos de agenda, contatos e calendário. Existem alternativas de terceiros, mas ainda assim estão longe da excelência de seus equivalentes de outras plataformas.

Quanto ao consumo de mídia, o aparelho cumpre competentemente sua tarefa. Seu modesto hardware é capaz de reproduzir filmes, streams, músicas e animações em flash e shockwave, com a ajuda de plugins e drivers de terceiros. Exibe imagens de vários formatos mas é incapaz de reproduzir gifs animados. Com teclado e mouse externos, suportados nativamente, é possível criar conteúdo de diversos tipos, como apresentações, textos, planilhas, ilustrações e mesmo arquivos  pdf, todavia de forma lenta.

Concluindo, é um aparelho modesto, de aplicação limitada e pouco poder de processamento. Todavia, com os aplicativos certos pode ser usado como uma ferramenta bem conveniente. O custo-benefício, se não é desfavorável pelo menos é coerente: por algo em torno de R$ 300 é possível comprar  um exemplar como o estudado neste artigo. Recomendado para estudantes com restrições de orçamento, como eu.

São José dos Campos, 15 de março de 2013.

ANEXO – ATALHOS DE TECLADO

Fn + Seta para esquerda: função Home;
Fn + Seta para esquerda + SHIFT: alternador de aplicativos;
ZZZ + Seta para baixo: menu de desligamento

Menu: ferramentas

Anúncios

Um comentário sobre “Mox Rox

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s